.mais sobre nós

.pesquisar

 

.Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. (Continuação)... onde pod...

. Onde podiamos ter poupado...

.arquivos

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 7 de Maio de 2007

(Continuação)... onde poderiamos ter poupado

Nós conseguimos comprar 3 banheiras em pouco mais que três meses!!!!

Primeiro comprámos daquelas banheiras que se fecham depois do banho e que tem por cima um muda fraldas. Pareceu-nos a opção mais logica pois a nossa casa de banho era muito pequena e toda a armação da banheira podia colocar-se em cima da sanita sem ocupar muito espaço. Só nos esquecemos foi do mais importante, o bébé cresce!!!

Então a banheira que para nós era a ideal deixou de servir num mês e fícamos apenas com a armação do muda fraldas.

Como não quisemos gastar mais 60 euros noutra banheira de armação comprámos a seguir uma banheirita de 9 euros que colocavamos em cima do bidé, a banheira era optima mas as minhas costas não aguentavam estar dobrada aquele tempo todo.

Por fim decidimos comprar daquelas banheiras de plástico grandes que  tem umas abas largas com espaços próprios para os frascos de champô e que dão a nossa banheira ou então que se montam numa armação branca de metal que  se fecha  .Estas banheiras são muito comuns, vendem-se nos hipermercados e adaptam-se perfeitamente por cima da sanita ou bidé. Nós comprámos a nossa no feira nova; a banheira custou 9 euros e a armação um pouco mais.

O ideal é terem na casa de banho tudo aquilo que necessitam e á mão para nunca deixarem o bébé sózinho.

Quando damos banho ao nosso filhote o que temos na casa de banho é o seguinte:

- Armação de metal com o muda fraldas por cima,

- Armação de metal com a banheira por cima,

(deste modo poupamos as costas e criamos um espaço de vestir e outro para o banho não necessitando de outra pessoa para nos ajudar)

Na banheira 

- Champô e espuma de banho, ou um 2 em 1

- Esponja

- Termómetro

Notámos que nos ficava mais em conta ter um champô e espuma de banho 2 em 1, pois quando comprávamos em separado os frascos nunca acabavam ao mesmo tempo e estavamos sempre a comprar ora um ora outro.

Outra coisa onde começamos a poupar foram nas esponjas de banho.

As lojas de marca e até mesmo os supermercados fazem muita alusão ás esponjas de banho naturais, a verdade é que por um pedaço de esponja natural pagam os olhos da cara.

Começámos então a comprar as esponjas da marca modelo/continente e que custam aproximadamente 0,80 cêntimos cada. Estas esponjas apesar de não serem naturais são muito macias e o nosso bébé não se queixa.

As esponjas devem ser trocadas com frequência, por isso mais vale comprarem esponjas em conta.

Na armação de metal com muda fraldas e arredores 

- Lençol de banho

- toalhitas para o rabo

- fraldas

- creme para o rabo

- creme para o corpo

- roupa interior

- roupa exterior

- escova

- tesoura para as unhas (Se necessário)

- mantinha ou casaquinho (Se for inverno)

Se estiverem sózinhos/as em casa na altura do banho levem lençois de banho e fraldas a dobrar para não correrem o risco do vosso bébé fazer xixi inutilizando as únicas peças que levaram.

Se a vossa casa de banho não tiver e se puderem  comprem um daqueles aquecedores que se colocam por cima da porta do wc. Rondam os 20 euros.  São super práticos e no inverno ajudam imenso. Bastam apenas alguns minutos e a casa de banho fica quentinha para despirem o bébé. Depois podem apagá-lo quando o começarem a vestir;  o vapor da água do banho da criança aquece o resto da divisão após esse período e assim não correm o risco dele se constipar com a mudança de temperatura á saída da casa de banho.

Em relação a dar banho no quarto

Desde que pensámos em ter um bébé sempre achamos que o nosso quarto não era o local ideal para lhe dar banho.

É claro que a nossa opcção foi logo motivo de crítica e controvérsia por parte dos avós (como seria de esperar), pois para estes o ideal era o nosso quarto e blá blá blá, porque era assim no tempo deles....., mas dos avós falaremos á frente 

O que nos levou a tomar esta opção foram os seguintes aspectos:

- Tinhamos de colocar todos os dias um plástico em cima da cama

- Tinhamos de carregar a banheira com água e acessórios para o quarto e depois para o wc

- Um Chão de soalho flutuante e água não combinam

- O bébé é um ser que se mexe e que gosta de chapinhar com toda a força na água

 

 

tags:
publicado por maria às 13:10

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 20 de Março de 2007

Onde podiamos ter poupado!

Nas roupitas ...

Eis que finalmente chega a altura de comprar roupa para a mamã e para o bébé! Os três primeiros meses já passaram e a barriguinha começa a espreitar descaradamente para o mundo.

Principalmente para a mamã, esta é a altura em que todas as montras de artigos infantis tem graça e em todas se pára para espreitar e imaginar o nosso rebento dentro de um vestidinho cor de rosa ou de umas jardineiras azuis claras; e que lindos ficam! A mãe precisa de roupa bonita e o enxoval do rebento tem de ficar um mimo. Está na hora de abrir os cordões ás bolsas!

Os centros comerciais apelam ás visitas de fim de semana e as suas montras repletas de cores, bonecos e roupinha de tamanho reduzido atraiem os futuros papás como um perdigueiro em dia de caça. 

Também nós sofremos da mesma tentação e gastámos imenso.

No que se refere à roupa propriamente dita, quer para a mãe, quer para o bébé, o ideal seria não comprarem em lojas de centros comerciais pois para além da marca também pagam pela localização da loja. Em vez de sairem ao fim de semana para esses recintos aproveitem para visitarem os mercados semanais ou mensais das vossas zonas. Os feirantes tem imensa roupinha para bébé a preços acessíveis e de boa qualidade, muitas vezes chegámos a encontrar peças iguais ás que tinhamos comprado em lojas de marca mas a preço inferior.

 Se não sabem os dias dessas feiras e mercados perguntem a vizinhos de mais idade ou então comprem o borda d´água que traz essas datas todas. 

É claro que são raros os feirantes que tem roupa para grávida, com excepção daqueles que vendem gangas, pois ai provavelmente irão encontrar optimas calças para grávidas a 5 ou 10 euros; no entanto nas restantes tendas podem procurar roupa para pessoas "normais" mas um ou dois números acima da vossa, servir-vos-á na perfeição e para o tempo que a vão vestir (que não é quase nenhum), é optimo e ficam bem vestidas.

Quando procurei roupa interior para grávidas também fiquei intimidada pelos preços exorbitantes que pediam e pela qualidade que era muito inferior ao preço das peças. Relativamente aos soutiens acho que os ideais são os desportivos, as suas alças são largas e o elástico das caixas é forte o que permite um encaixe perfeito do peito e não deixa descair a mama. Os que comprei rondavam os 32 euros( não são lá muito baratos é verdade), mas são mais baratos do que determinadas marcas de roupa pré-mamã e a sua qualidade é muito superior a essas ditas marcas.

No que toca ás cuecas comprei três ou quatro pares pré-mamã num hipermercado. Gastei os olhos da cara e quando cheguei a casa as cuecas não me serviam, pois quem as fabricou esqueceu-se de que não é só a barriga que cresce, mas a perna também fica mais grossa e daí necessitarmos de cuecas com um elástico suave e largo nas pernas. Como podem imaginar não fiquei lá muito contente!

Qual não foi a minha surpresa ao entrar numa daquelas lojas de revenda e ver um enorme monte de cuecas coloridas para senhoras já de outra idade  ! Era mesmo o que precisava, cuecas com espaço para a barriga, 100% algodão, com espaço nas pernas e com o preço incrivel de 1,75€ a cada par! Fiquei maravilhada com aquilo e passei o resto da gravidez a usá-las.É verdade que não são muito sexis, mas eram muitissimo confortaveis.

E existem sempre os saldos! Ás vezes não têm um desconto tão grande como gostaríamos, mas há que procurar. Aproveitem o saldos não só das lojas mas também das revistas de roupa para bébé e roupa pré-mamã.

... nos biberões e acessórios ...

Outro caso onde gastámos imenso dinheiro, isto já depois do bébé nascer, foi com o esterilizador de biberões electrico ,no aquecedor de biberões e nos biberões. 

Se tiverem a infelicidade de não poderem amamentar, ou não o quiserem fazer, não gastem dinheiro nos dois primeiros objectos. Não ficámos nada contentes com a esterilização desse aparelho que tanto apregoam, os biberões saiam da máquina a cheirarem a leite, é claro que haviamos lavado préviamente todos os acessórios mas mesmo assim o cheiro não saía, e tinhamos medo que o bébé apanhasse alguma infecção, passámos então ao método eficiente das nossas mães e avós, o de ferver os biberões na panela.

Arrajem uma panela larga e comprem biberões suficientes para fazerem uma ou duas esterilizações por dia. Estamos a falar de 8 biberões para 24 horas, isto se o bébé comer de três em três horas.

Em relação aos biberões propriamente ditos , o ideal será comprarem logo daqueles de 250ml. Como diz o ditado " do grande faz-se pequeno, mas do pequeno não se faz grande". Os biberões de 150ml parecem ser os mais adequados aos primeiros dias pois o bebé come entre 30 a 40ml de leite em cada refeição, mas também é verdade que os bébés depressa chegam aos 150ml e os biberões deixam de servir; assim se comprarem logo dos de 250ml não precisam de gastar mais dinheiro em biberões. A chicco tem uns biberões de 250ml que na caixa diz biberão primeiros dias, mas a verdade é que eles são optimos para todos os dias. O nosso filho tem seis meses e ainda os usa, e isto porquê? Estes biberões encaixam muito melhor na nossa mão e na boca do bébé porque não são direitos como os convencionais e tem um ligeira curvatura perto da boca do biberão; o que é excelente quando precisamos de lhes dar comer em viagem, o leite não vem para fora pois não forçamos a tetina.

E para fazer um biberão rapidamente e ter o leite quentinho sempre há mão não há como um.... (não é um aquecedor de biberões)..... mas sim um lindo termo de plástico com capacidade para 500 ou 750ml de água fervida e quente durante 12 horas!  Esta relíquia em vez de custar 50 €, custa à volta de 12€ ( nos hipermercados) ,e acreditem poupam em dinheiro e em audição, pois vão descobrir em poucos segundos a capacidade pulmonar que aquele ser pequenino tem! Um acessório muito prático é aquela caixinha com três divisórias onde se pode colocar a quantidade de pó exacta para os próximos biberões. Poupamos em tempo e em choro também! O termo e a caixinha não só ajudam em casa como em viagem, pois em qualquer sitio podemos fazer um biberão rápidamente sem estarmos condicionados a uma corrente electrica para aquecer o biberão. Levem é sempre uma garrafa com água fria para temperar o leite. Convém não escaldar a criança!  

... nas banheiras ...

Existem imensos modelos de banheiras no mercado e todas parecem ser boas, mas a verdade é que antes de comprarem uma banheira devem ter em atenção alguns aspectos tais como se querem dar banho ao pequeno no quarto ou na casa de banho, se querem uma banheira incorporada numa cómoda ou daquelas que se fecham ...( Continua brevemente)

publicado por maria às 22:28

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito